quarta-feira, janeiro 31, 2007


GOVERNO VAI PRIVATIZAR FLORESTAS NA AMAZÔNIA
O governo pretende recorrer neste ano a uma iniciativa que ameaça ainda mais a soberania na região: quer assinar os primeiros contratos de concessão à iniciativa privada da gestão e exploração econômica de florestas. AQUI
- É muito grave, sobretudo nos trechos em que os militares reafirmam as ameaças à soberania nacional por parte de ONGs e entidades estrangeiras - diz a deputada Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM).

Marcadores:

AUMENTAM DESPESAS COM PESSOAL - GOVERNO GASTADOR É ISSO

Nos últimos três anos de governo, os gastos com o pessoal do Executivo foram elevados em um ritmo que ameaçava o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Entre 2004 e 2006, a parcela das receitas correntes líquidas — soma de todas as distritais sem descontos — comprometida com folha de pagamento passou de 30,45% para 41,19%. Em cifras, trata-se de um aumento de gastos de R$ 1,253 bilhão com salários, encargos e horas extras. AQUI

Marcadores:

A Previdência do setor público registrou déficit ...
...de R$ 35,1 bilhões no ano passado, buraco 6,5% maior do que o contabilizado em 2005, de R$ 32,9 bilhões. AQUI

Marcadores:

KEYNES NA HORA ERRADA
O governo continua errando no seu diagnóstico central do estancamento do país. Invertendo a causalidade do problema, o governo enxerga a máquina pública como solução. Por isso, anuncia um PAC que é 76% condicionado por investimentos e iniciativas públicas. Os outros 24% é que são confiados ao país que paga os impostos.
O governo, com sua máquina obesa e suas regras decadentes, não é a cura; ele é a doença.
O erro de inversão de diagnóstico provoca uma trágica matroca de terapêutica. O governo anuncia que gastará muito mais, comandando o processo da retomada do crescimento.
É fórmula que só funciona, por pouco tempo, quando um país está sofrendo de crise financeira de liquidez. Como na depressão americana dos anos 30. O inverso do caso brasileiro. Aqui há sobrecarga financeira, com muito dinheiro girando para refinanciar o próprio governo, juros altos e câmbio baixo, apreciado demais. E impostos à vontade. O oposto da típica situação keynesiana.

Marcadores:

ITAPEVA: Vereadores aprovam créditos adicionais de 1.344.000 reais
O executivo enviou doze propostas para aprovação em regime de urgência. Todas pediam autorização para abertura de crédito adicional referente ainda ao orçamento do ano passado.
A secretaria de Saúde é a que mais vai receber recursos, são 463 mil reais ( centros de atenção psicossocial e ao trabalhador e também no convênio com a Santa Casa para a locação de imóveis, aquisição de equipamentos e contratação de pessoal).
A secretaria de Obras e Serviços vai receber mais de 418 mil reais (pavimentação de ruas, construção de guias, sarjetas e galerias em bairros como o Jardim Bela Vista, Beija Flor, Nova Itapeva e outros. As obras devem estar contratadas em 45 dias). TV TEM

Marcadores:

VENEZUELA NÃO APROVEITA RENDA DO PETRÓLEO PARA DESENVOLVER PARQUE PRODUTIVO; PODERIA SE TRANSFORMAR NUMA POTÊNCIA, NÃO FOSSE O POPULISMO

O petróleo empurra perto de 70% do PIB, representa mais de 90% das exportações e paga todas as contas do governo, não se forma uma sociedade organizada naqueles moldes clássicos do capitalismo, mesmo em sua versão dependente.
Entre 1900 e 1977, a renda per capita da Venezuela foi a que mais cresceu em toda América do Sul - única e exclusivamente por causa do petróleo.
A maioria dos economistas estima que o aparato produtivo venezuelano é tão precário que só consegue absorver 4% do dinheiro do petróleo, o que gera uma economia parasitária, com surtos incontroláveis de consumo, que pressionam por importações que impedem a formação de uma indústria local e transformam a iniciativa privada num clube de amigos. Hoje, importa-se até os biscoitos à venda no Mercal, os supermercados populares subsidiados pelo governo. O açúcar desaparece com freqüência.
Com esse crescimento de 10% ao ano desde 2003, a Venezuela poderia transformar-se numa potência sul-americana, caso a janela do mercado internacional permitisse. A maioria dos observadores locais duvida disso em função do viés político do governo. Chávez produz uma diplomacia que subsidia países que se alimentam do petróleo bolivariano, como Cuba, Equador, Bolívia, Nicarágua. Seria uma futilidade ideológica se não incluísse hostilidades permanentes em direção ao Primeiro Mundo, onde se encontram capitais e cérebros indispensáveis para um salto de envergadura. O resultado é que todo mundo quer ganhar dinheiro na bolha de consumo da Venezuela de Chávez, mas a taxa de investimentos segue uma das mais baixas da região

Marcadores:

É PRECISO CRIAR OPORTUNIDADE
"Notem que o "império", como alguns políticos destes lados gostam de falar dos Estados Unidos, está sendo transformado por dentro por gerações sucessivas de imigrantes latino-americanos.
Essa massa de anônimos em busca de melhores destinos capta muito melhor do que nossos governos o que é o jogo de perdedores e ganhadores com a globalização. E esses lutadores exibem, quando lhes é dada a oportunidade, aquilo que alguns presidentes vivem cobrando retoricamente de seus subordinados: ousadia, criatividade, pressa e imaginação." WILLIAM WAACK
DEMOCRACIA MALTRATADA
Época — Como, absolutista?
Roberto Romano — Nós, o Brasil, em relação à concepção de Estado, somos uma espécie de TFP (Tradição, Familia e Propriedade, corrente conservadora da Igreja Católica). A TFP é um anacronismo ambulante. Você conversa com um sujeito da TFP e ele fala como se estivéssemos no século XII : defende o rei, a ordem, a Igreja falando latim e tudo o mais.
Em relação ao Estado, nós, brasileiros, também temos esse anacronismo. Todos os preceitos do Estado democrático de direito são alheios à ordem brasieira.
Por exemplo: o princípio da República, que é a igualdade formal de todo cidadão dentro da lei. Quando você tem o foro privilegiado para os políticos, você tem uma ordem que é aristocrática.
Época — Por isso, o senhor não considera o Brasil democrático?
Roberto Romano — Exatamente. A idéia do poder de rei ser um poder superior, a do chefe de Estado ser um poder superior aos demais poderes. Nós fizemos isso com o poder moderador do império, que foi incorporado à Presidência da República depois, e até hoje temos essa característica.
Nós somos um Estado em que o governo arranca quantos impostos quiser, sem nenhuma objeção séria dos outros poderes. Então você tem uma ordem que é absolutista.

Marcadores: ,

VÁ ENTENDER O COMPORTAMENTO HUMANO ...

O caçador sai para caçar, determinado. Vê uma pata saudável, mira o alvo, atira sem dó, determinado. Leva a pata para casa, deposita-a numa geladeira.

Dois dias depois, percebe que o animal está vivo, com a asa quebrada, bico e perna machucadas.

Em vez de terminar o serviço (a meta do caçador não era matar?), corre para o hospital para salvar a pata ... que teve uma parada cardíaca na mesa de operação e foi dada - pela segunda vez - como morta.

Morreu? Não, teima em sobreviver.
CLIPPING DE QUARTA
CRÉDITO SOBE PARA 34 % DO PIB
"Em outras economias, o crédito é motor de crescimento. O Brasil tinha um percentual muito pequeno de endividamento das famílias versus PIB. Era de 27% e, no fim do ano passado, chegou a 34%.
Há países, como a Alemanha, em que chega a 100% do PIB. A inadimplência em 2006 cresceu 13%, mas está em 7,6%. Nenhum motivo para pânico. Mas, em país de juros altos, todo cuidado é pouco. O risco grande mesmo é de se enrolar com cartão de crédito e com cheque especial. Isso é mortal.
Mas um dia, quando o Brasil for realmente normal, com juros como o de todo o mundo, o aumento do crédito será visto apenas como coisa trivial, e não como prenúncio de problema familiar e da economia.
LEIA MAIS NO ESTADÃO (Crédito bancário bate recorde)
"Enquanto por aqui a relação entre crédito e PIB ronda os 34%, ela é de mais de 60% no Chile, de quase 100% na Coréia do Sul, mais de 120%, em média, nos países de G7 e superior a 120% nos EUA." FOLHA

Marcadores:

terça-feira, janeiro 30, 2007

JÁ QUE A FEBRE NÃO ABAIXA, MUDE-SE O TERMÔMETRO
Governo estuda mudar contabilização para reduzir déficit da Previdência
O governo federal discute uma nova forma de contabilização de receitas com o objetivo de reduzir o déficit da Previdência Social, que no ano passado foi de R$ 42,065 bilhões. A justificativa para essa alteração é que anualmente se deixa de arrecadar R$ 18 bilhões com renúncias dadas a diversas áreas. No entanto, a medida não teria um impacto fiscal, já que não ocorrerá um aumento efetivo de arrecadação. FOLHA
JOGANDO A TOALHA
No "divã", Fórum Social cria "manual" para sobreviver

Folha de S.Paulo: A edição do Fórum Social Mundial de 2007, no Quênia, mostrou que o movimento foi parar no divã. Os manifestantes questionaram seu modelo de mobilização. No ano que vem, pela primeira vez desde a sua criação, o evento não será realizado nos moldes que teve até aqui (com uma sede global, ou três, como ocorreu no ano passado).
Haverá manifestações espalhadas pelo mundo nos dias em que acontece o Fórum Econômico de Davos.
Os organizadores negam que as mudanças -- reunidas aos questionamentos freqüentes sobre resultados práticos do fórum--, são sinais de crise.
Mas analistas vêem enfraquecimento e perda de relevância do evento criado em 2001, em Porto Alegre. Para o cientista político Bolívar Lamounier, esvaiu-se o impacto inicial do evento. "Certamente houve um enfraquecimento. Que eles façam reuniões descentralizadas para mostrar que há um mal-estar acho razoável. Agora, não vai além disso. O evento é mais sintoma que solução."
Na análise do economista Paulo de Tarso Soares, professor da USP e estudioso do marxismo, não há relevância no Fórum. "Há um erro de perspectiva. Falam de luta contra "imperialismo dos EUA" e não sabem o que é. O Fórum serve apenas para que o pessoal da minha geração continue sendo guru da juventude", afirma. ÍNTEGRA
Deviam é lutar por democracia, único regime onde é possível construir/conquistar, com trabalho e participação, melhor qualidade de vida. Basta consultar o ranking de IDH (que leva em consideração indicadores de saúde, educação e renda média) para verificar que nenhum país "esquerdista" figura na parte de cima da lista. Nenhum para indez.
Mas os sonhadores (que pensam que dinheiro dá em árvore: basta dividir as árvores para construir o paraíso) não desistem, sonham (ou enganam os ingênuos) com um tal de "socialismo do séc. 21", já que o do século anterior (o socialismo real, comunista) foi para o espaço.
ITAPEVA, POR CAUSA DA FUGA DOS PRESOS, VIROU NOTÍCIA MUNDO AFORA
Dica do Zhé!

Frank and Tom Jobin
ITAPEVA: Polícia recaptura 51 dos 84 presos que fugiram
Fuga aconteceu depois de dois detentos vestidos de mulher renderem carcereiros
Solange Spigliatti, Agência Estado
A polícia já conseguiu recapturar até as 10h30 horas da manhã desta terça-feira, 30, 51 presos, dos 84 que fugiram da cadeia de Itapeva, no interior de São Paulo, no último domingo, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Os presos fugiram após dois detentos vestidos de mulher renderem dois carcereiros com um revólver. Depois de libertar os presos, a dupla disfarçada pegou uma espingarda em um armário dos policiais e saiu pela porta da frente do prédio. Um terceiro carcereiro conseguiu pular o muro da cadeia e avisar a polícia."
***
A fuga (os vestidos de mulher!) teve intensa repercussão na internet. Exemplos:
"Eu nao acredito que isso aconteceu? palhaçada tem limites...esse eh o nosso Brasil baronil...Cuidado mulherada ao andar pela regiao de Itapeva, vcs podem ser presas! kkkkk" AQUI
Dos presos escapan vestidos de mujer y liberan a otros 82 reclusos ...
12 horas atrás De acuerdo con la Agencia Estado, los dos presos de la cárcel del municipio de Itapeva, sorprendieron el domingo a dos guardias penitenciarios y los amenazaron con un revólver, cuando éstos se aprestaban a retirar a algunas mujeres que ...
El Periódico de México - Úlimas Noticias - http://www.elperiodicodemexico.com

Marcadores:

Charge de Kanni, na Folha do Sul


Marcadores:

ITAPEVA: Trevo que dá acesso à Fait recebe críticas
Folha do Sul: "O trevo que está sendo construído pela SP Vias no km 285 da Rodovia Francisco Alves Negrão (SP 258), que dá acesso à Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva (Fait), vem sendo duramente criticado por estudantes universitários.
No local, foi efetuado o estreitamento do acesso, de modo a permitir a passagem de um único veículo de cada vez. Ocorre que a Fait conta com 1.500 alunos e, a partir do próximo dia 1º, com o início das aulas o trânsito deve sobrecarregar a alça do trevo, onde não há praticamente local adequado para a formação de fila de espera. Para agravar a situação, naquele trecho da SP 258 os veículos transitam em alta velocidade nos dois sentidos.
Contatada pela reportagem da Folha do Sul, a direção da escola admite que por ora não há outra alternativa de acesso permitida pela concessionária da rodovia.
Os alunos também reivindicam a construção de uma ponte de concreto sobre o Córrego do Ribeirão Fundo, já que a ponte existente no local é de madeira e se encontra em condições precárias, oferecendo riscos em noites chuvosas. No ano passado, a direção da Fait e a prefeitura de Itapeva fecharam parceria para a construção da ponte, mas até o presente o projeto não saiu do papel."

Marcadores:

SAÚDE: Coordenador regional diz que existem recursos para investir no atendimento básico, o que falta é bom gerenciamento
“O cidadão que está em Apiaí, Guapiara precisa ter acesso à mesma informação que o cidadão que está aqui em Sorocaba. Ele tem o direito de poder escolher.
Não acho que o cidadão saia de casa de madrugada, viaje 4, 5 horas sem comer, com criança para chegar na porta de um hospital aqui e ficar esperando mais 2 ou 3 horas porque ele queira fazer isso. Na verdade ele quase que é obrigado a fazer isso, porque o serviço que ele tem na cidade ele muitas vezes desconhece. Ele não sabe que o serviço existe e se sabe, não sabe como atingir”.
Esta é a opinião do novo coordenador da Departamento Regional de Saúde (DRS) 16, Antônio Carlos Nasi, sobre os pacientes que saem de cidades da região para uma consulta no Conjunto Hospitalar de Sorocaba.
Para ele é necessário investir mais no atendimento básico do próprio município e recursos existem, o que falta muitas vezes é bom gerenciamento. LEIA MAIS

Marcadores:

Brasil fica em 4o em ranking de pirataria;China, Rússia e Índia lideram

O Brasil ficou em 4o lugar em um levantamento feito por um grupo de multinacionais sobre os piores países em termos de pirataria comercial. China e Rússia foram considerados os países onde há mais pirataria e falsificação, "por uma ampla margem". REUTERS BBC
É claro que o Conselho Nacional de Combate à Pirataria não gostou nada da divulgação do ranking.

Marcadores:

MAIS REAL QUE O REI
O mercado financeiro previa juro de 11,5 % no final de 2007.
Depois da reunião do Copon (Banco Central) a previsão subiu para 11,75 % (AQUI)
O governo é chegado num jurinho, aliás, jurão. E ainda diz que isso é "exigência" do mercado.

Marcadores:

Brasil terá o maior crescimento agrícola no mundo, estima a União Européia
O Brasil será o país que apresentará maior crescimento em produção e exportações no setor agrícola no mundo até 2020. A estimativa é da União Européia (UE), que já começa a contabilizar o que significaria a abertura de seu mercado agrícola diante de um eventual acordo na Organização Mundial do Comércio (OMC). Os cálculos da UE mostram que a liberalização e uma reforma interna do sistema de subsídios reduziriam em 25% o número de fazendas na Europa nos próximos 15 anos. LEIA MAIS NO ESTADÃO

Marcadores:

CLIPPING DE TERÇA
CIDADES INSUSTENTÁVEIS
Estudos recentes têm revelado que as cidades brasileiras são insustentáveis nos marcos do pacto federativo vigente. A maioria dos municípios é incapaz de desempenhar as funções constitucionais a eles atribuídas, da educação fundamental e saúde à construção de infra-estrutura local, o que contribui para o agravamento dos problemas urbanos e contínua deterioração da qualidade de vida nas cidades.
(...)
A fragilidade financeira debilita o poder local e submete os prefeitos à vontade dos governadores e do poder central, transformando-os em pedintes que usam os deputados como despachantes para aprovar emendas e assegurar a liberação de recursos para obras locais fragmentadas, e que por isso mesmo têm baixo impacto no desenvolvimento local. A redivisão dos recursos é necessária e urgente, mas por si só não resolverá a fragilidade das cidades, cuja maioria continuará impotente para enfrentar problemas de difícil solução para cada município isoladamente, mas que são responsabilidade municipal nos marcos do atual modelo.
(...)
Como a atenção à saúde é função local, milhares de prefeitos optam pela aquisição de ambulâncias para transportar doentes para cidades vizinhas que têm hospital. ESTADÃO
É bom descentralizar, delegar, desde que ... seja para quem reúna condições.
"1. DELEGAÇÃO - o melhor controle é transferir poder e responsabilidade a pessoas que tenham condições técnicas e emocionais." Veja aqui mais princípios de Qualidade Total

Marcadores:

segunda-feira, janeiro 29, 2007

Brasil, o maior país católico do mundo, já é o maior país pentecostal. De quem é a culpa?
Quase a metade desses fiéis, 47%, tem origem na Igreja Católica. E é nela que está o problema, quero crer. Politizou-se em excesso, tornou-se um braço da militância política e se descuidou do sagrado.
É aí que entram esses fazedores vagabundos de espetáculos miraculosos. Num único templo dessas seitas, fazem-se mais milagres por dia do que fez Cristo nos anos que passou entre nós. É claro que a ignorância e a pobreza são o fermento da safadeza disfarçada de religião. Mas não se pode tirar de um trouxa o direito, sagrado para a democracia, de ser enganado.Cumpre ao Estado, isto sim, é não dar concessões de canais de TV e rádio para larápios milagreiros. Cumpre-lhe, numa democracia laica, não conceder registro a partido formado por uma seita. Cumpre que a Receita Federal não permita que a isenção de impostos de que gozam igrejas se estenda a seus braços empresariais: gravadoras, editoras, jornais. REINALDO AZEVEDO

Marcadores:

IPORANGA: TURISMO REGIONAL
A Pousada Tatu está localizada no Bairro da Serra, em Iporanga-SP. O estabelecimento fica próximo ao Parque PETAR.
Conheça um pouco mais dos roteiros oferecidos .... AQUI

Marcadores:

ITAPEVA: Mais de 80 presos fogem da cadeia
A fuga ocorreu neste domingo (28), por volta das 16h30. Segundo a Polícia Militar, dois detentos teriam se vestido de mulher no momento da visita para chegar até os carcereiros. Um deles estava armado com um revólver. Os dois renderam os carcereiros e libertaram os demais 81 presos. Todos fugiram pela porta da frente da Cadeia Pública de Itapeva. Ainda de acordo com a polícia, 37 presos foram recapturados. As polícias de Itapeva, tanto a Civil, Militar, Ambiental, Guarda Municipal e Polícia Rodoviária estão unidas nas buscas pelos demais fugitivos. PORTAL ITAPEVA

Marcadores:

CHÁVEZ VAI "EDUCAR" O POVO PARA O SOCIALISMO
O presidente venezuelano, Hugo Chávez, criou ontem um conselho para garantir e supervisionar a difusão da doutrina socialista por meio do sistema educacional venezuelano. O “Conselho Presidencial Moral e Luzes” será presidido pelo ministro da Educação e irmão mais velho do presidente, Adán Chávez, e terá como objetivo levar a educação para “todas as partes”, e fazer dela um instrumento que permita ao país “avançar em direção ao socialismo”. ESTADÃO
Socialismo real ... só mesmo com lavagem cerebral ("homem novo"), invenção de um inimigo externo (faz 50 anos que Fidel Castro "aguarda" invasão pelos EUA) e outros truques.
Qual povo aceita, livremente, o socialismo-ditadura?

Marcadores:

OPOSIÇÃO, DEMOCRACIA E BOM GOVERNO
"Se não for possível vislumbrar o crescimento da oposição (qualquer oposição), pode-se dizer que não há futuro democrático para o Brasil. Aliás, nosso país tem sido a terra do governismo incondicional.
Muitos erros dos governos podem ser corrigidos, favorecendo a população, quando existem críticas pesadas e corretas de opositores.
Mas vivemos como naquela fábula do rei que adquiriu de espertalhões roupas imaginárias. Todos os bajuladores o aplaudiram, só uma criança inocente soube dizer: "o rei está pelado!".
No andar da carruagem, sequer as nossas crianças guardarão esta franqueza de língua, todas adularão os poderosos. Isto é o que se chama perfeita corrosão ética de uma sociedade."

Marcadores: ,

DEMOCRACIA NELES
Tucanos aderem à prévia para presidenciável
Carlos Marchi, Estadão:
A primeira reação do PSDB à mudança de critério na escolha dos candidatos presidenciais do partido foi favorável. Muitos parlamentares tucanos ouvidos ontem pelo Estado apoiaram a ideia do senador Tasso Jereissati, presidente do PSDB, que apresentará à deliberação da Executiva do partido no segundo semestre um projeto estabelecendo prévias para escolher os candidatos presidenciais tucanos a partir de 2010.
LEIA MAIS
É bom que a moda pegue. No Brasil os partidos têm dono, mais ainda nos grotões (por isso há tantos partidos). E os donos decidem sozinhos. O povo não escolhe: opta entre os escolhidos pelos donos.

Marcadores:

TÁ RUIM MAS TÁ BOM ...
... conforma-se com a velocidade lenta dos avanços institucionais e econômicos do país. Os petistas, todos, acham que o Brasil crescerá até 2010 mais do que nos períodos anteriores. Não muito mais, mas o suficiente para que a aliança lulista vá ficando no poder. Nesse caso, para que reformas? Em suma, é a vitória da mediocridade.
CLIPPING DE SEGUNDA

Rede Pró-Brasil

domingo, janeiro 28, 2007

DO ABSOLUTISMO À DEMOCRACIA
Notas para uma Filosofia do Segredo
Prof. Roberto Romano
Com a democracia produzida nas três grandes revoluções modernas —inglêsa do século 17, a norte-americana e a francêsa no século 18— o segredo do Estado absolutista foi atenuado pelas noções de accountability e transparência. Na forma estatal anterior à democracia o soberano não deve satisfações aos parlamentos, aos juízes, aos súditos. Esta tese foi combatida desde longa data na Inglaterra. Edward Coke defendeu a independência dos juizes contra a Igreja Anglicana e contra James I.
(...)
Na fala ao Parlamento de 1616, James proclama que “os reis são justamente chamados deuses; pois exercem um modo de semelhança do Divino poder sobre a terra. Porque se forem considerados os atributos de Deus, vemos o quanto eles concordam com a pessoa de um rei. Deus tem poder de criar ou destruir, fazer ou desfazer ao seu arbítrio, dar vida ou enviar a morte, a todos julgar e a ninguém prestar contas (to be accountable). O mesmo poder possuem os reis. Eles fazem e desfazem seus súditos; têm poder de erguer e abaixar; de vida e morte; julga acima de todos os súditos em todos os casos e só deve prestar contas a Deus (yet accountable to none but God).
(...)
Seria inaceitável para um governante absolutista a soberania popular e a noção de que os dirigentes deviam prestar contas de seus atos, sem guardar segredo, à massa não qualificada. Todos os principes liam nos tratados políticos e na literatura grega ou romana a plena desconfiança no povo. Este, para os latinos, era apenas o populo exturbato ex profugo, o improbante populo, o vulgus credulum, vulgus imprudens vel impudens, vulgus stolidum etc.
(...)
Consideremos a lição de Norberto Bobbio: “O governo democrático desenvolve sua atividade em público, sob os olhos de todos. E deve desenvolver a sua própria atividade sob os olhos de todos porque todos os cidadãos devem formar uma opinião livre sobre as decisões tomadas em seu nome. De outro modo, qual a razão os levaria periodicamente à urnas e em quais bases poderiam expressar o seu voto de consentimento ou recusa? (…) o poder oculto não transforma a democracia, a perverte. Não a golpeia com maior ou menor gravidade em um de seus orgãos essenciais, mas a assassina”. (30 )

Marcadores: , ,

POR QUE CRESCER SE A ESTAGNAÇÃO (QUE JUSTIFICA BOLSAS) RENDE VOTOS?
O fim do governo Lula 2?
Vinícius Torres Freire, na Folha

Programa luliano, em si já limitado, reforça o sistema de estagnação e impasse político e econômico de quase 30 anos

"AUMENTOU MUITO o risco de o governo Lula 2 terminar mais cedo, na prática. O PAC como que congelou a economia, naquilo que depende do governo.

A má vontade petista-lulista em relação a mudanças institucionais e os esforços necessários para dar alguma vida ao boneco de barro do plano econômico tendem a esgotar a energia necessária para empreender inovações no gasto e na estrutura do Estado. A inexistência de um projeto social e político hegemônico rareia as possibilidades de pressões de mudança.

O ambiente benigno da economia mundial esteia um crescimento medíocre, mas crescimento, e preços baixos. Tais mediocridades fundam o torpor político, a não ser que sobrevenha contribuição maior da política meliante, embora nem esta tenha suscitado mudanças. LEIA MAIS

CLIPPING DE DOMINGO

Rede Pró-Brasil
Indústria mais que dobra investimento em controle ambiental, diz IBGE
O investimento de indústrias brasileiras em controle ambiental subiu de R$ 2,2 bilhões, em 1997, para R$ 4,1 bilhões, segundo pesquisa elaborada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), com base em informações fornecidas pelas próprias empresas. O crescimento real foi de 86%. FOLHA ON LINE
É bom mesmo que os empresários se conscientizem, o governo fiscalize, a população exija. O grande desafio do milênio é conciliar progresso material com sustentabilidade ambiental.

Marcadores:

DE PAI PARA FILHO
"Eu nunca dei palpite na sua administração, até porque eu também fui centralizador, e lá na minha época, ninguém batia um prego sem a minha ordem."
Ex-prefeito de Itapeva, Antonio Cavani (da antiga ARENA) sobre a administração de Luiz Cavani (PT, ex-PSDB), atual prefeito.
* * *
"Eu não posso decepcionar, com a escola que tive."
Prefeito Cavani, sobre ser filho e genro de ex-prefeitos.
(Jornal InformaItapeva de 25/01)

Marcadores:

sábado, janeiro 27, 2007

Matérias de Veja, IstoÉ, Folha, Estadão etc

Leia o clipping da Rede Brasil

ITAPEVA: Casa da Cultura perde verba de R$ 100 mil; prefeitura não forneceu documentação no prazo
Pode ter fracassado em definitivo a tentativa de reformar a Casa da Cultura Cícero Marques com recurso do governo federal. O belo casarão, que durante muitos anos serviu de palco de encontros culturais, não vai ser reformado neste primeiro semestre.
O governo federal destinou R$ 100 mil para a obras de reforma ou restauração do imóvel, através de emenda individual de autoria do deputado Luiz Antônio Fleury Filho (PTB). O convênio previa contrapartida de R$ 20 mil do município.O dinheiro chegou a ser depositado na Caixa Econômica Federal, que enviou engenheiros para fazer a avaliação da obra no final do ano passado.
O repasse, todavia, foi cancelado devido ao não cumprimento de prazos por parte do poder público municipal.Segundo a secretária Setembrina de Oliveira, da Cultura e Turismo, faltou um documento que deveria ser repassado pela Secretaria Municipal de Obras, através do arquiteto Marcos Rezende, sob a supervisão do secretário Francisco Araújo (Xixo), ao setor de engenharia da CEF (Caixa Econômica Federal) responsável pela liberação do dinheiro. Ela não soube dizer qual foi o documento e nem se o dinheiro foi devolvido. O secretário municipal de Governo, Jair Carvalho, confirmou o cancelamento do convênio e diz que o prefeito Luiz Cavani vai tentar reverter a situação. (FOLHA DO SUL)
Essa é de lascar! Perder verba por falta de documentos!
Será que os votos "dados" a este deputado (e a outros, leia aqui) em "pagamento" pelas emendas individuas a favor do município serão cancelados?
A INVERSÃO QUE ESCLARECE...
"Tive algumas decepções em relação ao [prefeito de Itapeva] Luiz Cavani, esperava mais RESPALDO da sua administração PARA os partidos que o apoiaram."
Ex-prefeito Wilmar (ex-PTB) que apoiou a eleição de Cavani (PT, ex-PSDB), no jornal Informa Itapeva de 25/jan.
Como o Aprendiz daqui do blog é ingênuo. Ele pensava que são os partidos, em coalizão no Legislativo, é que dão respaldo à administração! Ele jura que leu isso num artigo sobre democracia!
PS: No primeiro ano da administração Cavani, a Câmara não teve nenhuma dificuldade para instalar CEI sobre recursos do FUNDEF, nem encontrou qualquer burocracia para ter acesso à documentação, na prefeitura. Grosso relatório com as apurações da CEI foi encaminhado ao Ministério Público para as devidas providências.
COBERTOR CURTO

O governo vem dando seguidos aumentos reais (acima da inflação) para o salário mínimo, que afeta o caixa da Previdência,
que acusou um déficit recorde em 2006, de R$ 42 bilhões (cerca de 5 vezes o orçamento do Bolsa Família). O déficit crescente, em 2005 foi de R$ 37, 5 bi.

O que o governo faz para cubrir o rombo?

Ou emite dinheiro (que causa inflação) ou empresta (dívida pública, que suga a poupança) ou eleva a carga tributária. Não há mágica: qualquer alternativa tem custo para a sociedade, que fica com menos recursos para consumir, trabalhar - e para fazer os investimentos que o desenvolvimento requer.

Nenhuma novidade, portanto, que a economia perca dinamismo e o desemprego, em 2006, tenha
subido para a faixa dos 10% da populacação econonicamente ativa.

Quase a metade (47,9 %) dos
desempregados estudaram 11 ou mais anos (ensino médio ou superior).
Como o governo deve gastar? Sei que é uma escolha difícil, afinal carência não falta. Para onde olhar, acha.
Todavia, só há uma maneira (culpem as leis da economia) de dar um jeito nas carências: com geração de emprego e renda. E isso exige investimento.
Infelizmente, "pela primeira vez na história, os brasileiros estão investindo mais no exterior do que os estrangeiros no país. Somente no ano passado, os investimentos de brasileiros no exterior somaram US$ 27,251 bilhões. O ingresso de recursos estrangeiros para o país encerrou o ano em US$ 18,782 bilhões", informa o Correio.

Marcadores: , ,

Crescimento baixo é assassinato em massa, diz Gerdau
Folha de S.Paulo - dos enviados a Davos

Transformado em apóstolo do crescimento econômico e em principal estimulador do PAC, Jorge Gerdau Johannpeter dispara:

"O crescimento médio de apenas 2,5% ao ano, nos últimos 20 anos, eqüivale a um assassinato em massa, de responsabilidade das elites políticas, empresariais, acadêmicas e sindicais".

Gerdau, 71, presidente e executivo-chefe da Gerdau S/A, uma das maiores exportadoras de aço do Brasil, fala em assassinato porque acredita que o baixo crescimento é a mãe da criminalidade que tomou conta do Brasil em 20 anos de medíocre desempenho econômico.
Enquanto Lula debatia América Latina com o presidente mexicano Felipe Calderón, Gerdau era ouvido com reverência por colegas: "Foi preciso encher o saco do Lula para sair o PAC".Aliás, é sintomático que Lula, em discurso que fez pela manhã aos empresários reunidos em Davos, tenha dito algo parecido ao que Gerdau dissera à Folha.Considerou que os investimentos previstos no PAC para habitação e saneamento deveriam dirigir-se prioritariamente às regiões metropolitanas, onde estão os "núcleos da violência", como conseqüência da "desagregação da sociedade".
O PAC basta para brecá-lo? Claro que não, disse Gerdau, que acha que o plano envia um sinal importante de mudança de rumo.
O empresário é um apóstolo de métodos de gestão. Ele vem fazendo insistentes sugestões ao presidente Lula com o objetivo de os verem aplicados.O primeiro deles foi na área da Previdência, não implementado até agora.Para Gerdau, o Brasil deveria adotar um certo PDCA, iniciais em inglês de planejar, fazer (o "d" é de "do"), checar e agir. Reclama que, "culturalmente, o Brasil não tem o hábito de checar".Confunde, completa, a checagem com reclamação quando é apenas "apoio para fazer melhor".
Gerdau acha que Lula tem que assumir o "cê" de checar, sob pena de o PAC malograr na execução.É rigorosamente a mesma opinião de Alain Belda, marroquino naturalizado brasileiro e presidente da empresa norte-americana Alcoa.Belda diz que o debate macro-econômico já foi superado no Brasil e, que, agora, se trata da parte mais difícil, que é a micro-econômica. Esta exige "marcação homem a homem", para superar os entraves políticos, corporativos e burocráticos.Só uma pessoa está em condições de exercer esse papel, acha o presidente da Alcoa. Chama-se Luiz Inácio Lula da Silva. Belda conta que trocou mensagens com Tarso Genro, coordenador político, para dizer-lhe que Lula, "se pegar o cacife político que tem e tocar a briga homem a homem, as coisas poderão funcionar".
***
PDCA - método de gestão introduzido inicialmente no Japão
  • Plan (planeamento) : estabelecer missão, visão, objetivos (metas), procedimentos e processos (metodologias) necessárias para o atingimentos dos resultados.
  • Do (execução) : realizar, executar as atividades.
  • Check (verificação) : monitorar e avaliar periodicamenteos resultados, avaliar processos e resultados, confrontando-os com o planejado, objetivos, especificações e estado desejado, consolidando as informações, eventualmente confeccionando relatórios.
  • Act (agir) : Agir de acordo com o avaliado e de acordo com os relatórios, eventualmente determinar e confeccionar novos planos de ação, de forma a melhorar a qualidade, eficiência e eficácia, aprimorando a execução e corrigindo eventuais falhas. (LEIA MAIS NA WIKIPÉDIA)

Leia mais sobre PDCA aqui

Marcadores: , ,

sexta-feira, janeiro 26, 2007

ITAPEVA: COMUNIDADE SE ORGANIZA PARA COBRAR

Conjunto São Camilo faz reivindicações na prefeitura

Nesta quinta-feira (25), moradores do Conjunto Habitacional São Camilo reuniram-se com o prefeito de Itapeva Luiz Cavani para conversar sobre as suas propostas de melhorias para o bairro.
Reivindicações: reforma da praça, recuperação do asfalto, 50 mudas para a arborização do bairro, calçada para pedestres na Higino Marques e um auditório para reuniões, palestras e eventos.
A CONTABILIDADE DO É DANDO QUE SE RECEBE

Coalizões fazem parte da boa política, quando o acordo é feito com base em um programa comum de governo. Claro, sem que nenhum partido coligado desrespeite seu programa. Vale dizer, não desrespeite a vontade do eleitor.

E no Brasil?

Aqui é feita em troco de cargos. Programa de partido? Para inglês ver. Proposta de governo, discurso bonito? Só para enganar eleitor desavisado (e mais avisado também).
É para isso que o governo dispõe de mais de 20 mil cargos de confiança (um número absurdamente alto quando comparado com o de outros governos) para distribuir/trocar por votos dos aliados, ou seja, para "obter" fidelidade.

Fidelidade?
Bem, com essa lógica, só pode ser mesmo coisa rara.
Com tantos e tantos cargos e aliados assim ... só mesmo uma baita planilha para controlar tamanho troca-troca.
SOCIALISMO ESTATAL E CAPITALISMO
Infelizmente para os órfãos do socialismo estatal e para os viúvos do planejamento centralizado, o embate entre modos de produção já se deu nos bastidores da história e, pelo que eu sei, o capital venceu. Tudo isso pode não ser muito agradável para os idealistas de sempre (e para alguns rancorosos irredentistas), mas a história tem dessas coisas que, de vez em quando, resultam no soterramento definitivo de paquidermes pouco adaptados às novas condições ambientais. Pode-se até chorar uma lágrima pelo desaparecimento desses monstros simpáticos do passado, mas não se pode pretender sua sobrevivência em contradição com os novos dados da história (ou até da “geologia” econômica).
Paulo Roberto de Almeida, no Institutuo Millenium, comentando a proposta do Fórum Social Mundial: "Pela construção de uma economia centrada nos povos e na sustentabilidade"
O presidente da República e seu partido não acreditam que economia de mercado seja a melhor alternativa para a sociedade
LUIZ CARLOS MENDONÇA DE BARROS, NA FOLHA
O crescimento da economia
O ESPETÁCULO de mídia em que se transformou o PAC tirou o foco do real problema que temos que enfrentar hoje no Brasil: por que a economia brasileira cresce a taxas medíocres nos últimos 20 anos?
Se quisermos fechar um pouco essa questão, podemos perguntar por que não crescemos mesmo em um momento ímpar da economia mundial. Podemos ser ainda mais específicos ao restringir a comparação de nosso crescimento com o de economias maduras como Reino Unido e Alemanha. Elas estão hoje crescendo mais do que a nossa. Portanto, se o governo quisesse enfrentar com seriedade essa questão, deveria produzir, já na introdução a seu plano, uma análise clara sobre as causas dessa mediocridade que já dura tanto tempo.
Em vez de fazer isso, trata a solução do problema como uma simples questão de implementar uma série de obras, a maioria já programada para ocorrer ou mesmo realizadas. Nenhuma palavra mais profunda sobre a natureza dos desafios a serem enfrentados e a estratégia do governo para superá-los.
Foram quase quatro horas de um blablablá irritante, chato mesmo, e durante o qual aconteceram pérolas como a assinatura pelo presidente Lula de um decreto extinguindo a já morta Rede Ferroviária Federal e, na lista de projetos prioritários, a criação de algumas centenas de vagas no estacionamento do aeroporto de Confins, em Belo Horizonte.
Portanto acho melhor esquecer o PAC e continuar a refletir de forma racional sobre essa questão que não quer calar: por que estamos destinados a um crescimento medíocre, apesar das excepcionais condições macroeconômicas de hoje, principalmente na área externa?
Felizmente esse debate aprofundou-se nos últimos tempos e está ocorrendo uma convergência significativa entre as duas mais importantes escolas de pensamento econômico que existem no Brasil. O ponto mais relevante dessa convergência é a mudança do foco das questões macroeconômicas para aquelas de natureza micro, ligadas principalmente ao ambiente de negócios.
Aliás, chamo aqui a atenção do leitor da Folha para uma coisa notável nesse tal de PAC. Um de seus capítulos intitula-se "melhora do ambiente de negócios", revelando essa incrível capacidade do governo Lula de apropriar-se de forma oportunista de idéias e expressões de terceiros que fazem críticas a sua atuação.
Mas, afinal, o que quer dizer melhorar o ambiente de negócios no Brasil? Essa é uma expressão que deriva do entendimento de como funciona uma economia de mercado. Sua dinâmica e eficiência dependem de decisões privadas, tomadas em razão da leitura por parte dos agentes de um horizonte de muitos anos e sobre o qual pairam hoje incertezas e riscos.
Por isso é necessário que as regras sejam estáveis e claras e, principalmente, permitam ao setor privado exercitar uma liberdade de escolhas e decisões racionais para a obtenção de seus objetivos estratégicos.
Essas características são ainda mais necessárias quando se trata de uma economia aberta e submetida a uma crescente concorrência internacional.
Nessa situação, a convergência do ambiente de negócios de um país -no caso o Brasil- para o que existe no mundo exterior precisa também ocorrer para que sua economia se torne competitiva.
Mas o desafio que enfrentamos está se transformando em uma perigosa armadilha para toda a sociedade brasileira por duas razões principais:
a primeira, de natureza política, é o fato de que o presidente da República e seu partido não acreditam que uma economia de mercado seja a melhor alternativa para a sociedade. O capitalismo é aceito apenas por ser o único sistema econômico que lhes permite exercer o poder político, como aprenderam ao longo dos últimos anos. Mas a verdade é que governam o país com valores e objetivos diversos dos do sistema econômico que temos.
A outra perna da armadilha é de natureza mais técnica e, portanto, mais difícil de ser entendida. Os saldos comerciais vigorosos, criados pela situação internacional e pelas vantagens comparadas que temos nos setores agrícolas e de matérias-primas, estão provocando uma força de nossa moeda incompatível com a qualidade de nosso ambiente interno de negócios. Esse conflito cria as condições para um enorme vazamento para o exterior da demanda por bens, principalmente os industriais, e limita nosso crescimento econômico.
Considerando ainda o abissal déficit educacional, a rigidez de nosso arcabouço institucional e a completa ausência de visão estratégica nos formuladores - há algum? - da política econômica, temos a receita certa para o atraso.

quinta-feira, janeiro 25, 2007

ITAPEVA: Santa Casa adquire equipamento para auxiliar cirurgias
A Santa Casa de Misericórdia de Itapeva acaba de adquirir o Arco Cirúrgico, um equipamento moderno e dotado de altíssima tecnologia. O Arco-Cirúrgico Siemens Siremobil Compact L23 60hz com Subtração permite que o médico veja imagens, em tempo real, das partes do corpo em que serão feitas intervenções cirúrgicas. LEIA MAIS NO PORTAL ITAPEVA
Google
online
Google